quinta-feira, 23 de abril de 2009

Li vários livros e revistas sobre comportamento da mulher, e, mais recentemente, O que toda mulher inteligente deve saber - por sinal, um livro-guia muito bom - , e a partir de então reuni o que eu já li, vi e vivi a respeito para levantar um questionamento: e se as mulheres não quiserem ser boazinhas?
Se você é uma garota, provavelmente já ouviu de alguém uma frase como "esse cara é uma fria, vai fazer você sofrer", mas pense: há tantos caras no mundo, e nem sempre se está no momento de procurar o Príncipe Encantado. Não porque se tenha medo ou se esteja fugindo de sofrimento, mas porque a garota pode ter todo o prazer em ver como os homens são facéis e ela pode ter aquele que quiser.
Outro mito é aquela história de beleza interior. Como me disse certa vez um amigo, "quem gosta de beleza interior é decorador", e em parte ele tem razão. Se alguém é bonito demais, não significa que não presta, e os feios podem ser extremamente traiçoeiros - o que é humilhante; imagine a situação: você escolhe o feinho porque ele te trata muito bem e te conquista, depois você se apaixona, ele acostuma e passa a se sentir o 'gostosão'. 'Na moral', melhor sofrer na mão de um gato.
não estou com isso querendo decretar a Ditadura da Beleza, mas, quem sabe, mostrar um pouco da realidade. Quando alguém lhe der conselhos, reflita primeiro sobre o que você quer - de preferência SAIBA O QUE QUER - veja se se encaixa com o seu perfil e, a partir daí, formule suas próprias soluções.

2 comentários:

George Lemos ( Publicitário e chato de plantão!) disse...

Essa historia pode se adaptar a homens. Acredite, mas é possível.

Eu já desisti disso tudo. Se vier, veio. Se não vier, rumo ao celibato voluntário.

Não consigo me render as convenções sociais de relacionamento. Pro bem ou pro mal.

Joao Paulo disse...

Bora feminismo :P